500 km de São Paulo 2016 levam o endurance ao máximo

dsc_0648-copy

Debaixo de um calor infernal, Henrique Assunção/Fernando Fortes/Emílio Padron, venceram a 32ª edição dos 500 km de São Paulo. O protótipo MRX #75 cruzou a linha de chegada depois de 4h06min16s720, completando as 146 voltas da prova. Em segundo lugar Tiel de Andrade/Franco Pasquale no protótipo #78 e Mauro Kern/Paulo Souza no #32 na terceira colocação.

O carro #75 consegui “barba, cabelo e bigode”, faturando a pole ontem e a volta mais rápida de hoje, batendo o recorde da pista em corrida com o  tempo de 1m29s473 no final da prova. Também no final, chamou atenção um pega de sair faísca entre o Lancer #15 de Duda Pamplona/Leandro de Almeida/Guilherme Spinelli e a BMW M3 GTS de #64 de Henry Visconde/Marcio Basso pela liderança da classe turismo. Melhor para o #75 que terminou vencedor.

O maior desafio de máquinas e pilotos hoje foi o intenso calor de mais de 34ºC que assolou o Velo Città. Foram inúmeros carros parando com problemas de superaquecimento. Ainda quebras como a do Cobalt #25 de Ney Faustini/Ney de Sá Faustini que sofreu com duas pancadas, uma delas derrubou o aerofólio traseiro e outra que afetou a suspensão. O carro parou a 94 voltas para o fim com problemas de câmbio.

Exemplo de resiliência e camaradagem foi mostrado no protótipo #7 de Aldoir Sette/Marcelo Campagnolo/Carlos Brockweld. O carro parou nos boxes com uma ponta de eixo quebrada e os mecânicos correram para buscar uma peça nova com os mecânicos da concorrência. Finalmente encontrado, a ponta do eixo foi trocada com o carro ainda quente e que conseguiu voltar para pista para completar os 500 km.

O carro #35 de Jair Bana/Duda Bana teve problemas no abastecimento e teve um princípio de incêndio, causando a entrada do Safety Car. O carro ainda voltou para pista, mas parou com problemas na manda de eixo. Ainda quebram os carros #71 (câmbio), #913 (superaquecimento), #80 (embreagem) e #5 (superaquecimento). O Safety Car entrou apenas uma vez na pista para retirar carro #35 carro com princípio de incêndio.

dsc_0579-copy

O evento ainda contou com uma prova da Classic Cup, bem mais tranquila que a de ontem, e uma da F-1600. Marcaram presença grandes nomes do automobilismo brasileiro como Bird Clemente, Luiz Evandro Águia, Fritz Jordan e Wilsinho Fittipaldi. Na corrida dos veteranos, se destacaram os belíssimos Bino Mark I e Mark II,  que foram pilotados pelo eterno Luiz Pereira Bueno nos anos dourados do automobilismo brasileiro.

Confira o resultado final da 32ª edição dos 500 km de São Paulo:

1º – (75) Henrique Assunção/Fernando Fortes/Emílio Padron (MRX) – 146 voltas em 4h06min16s720
2º – (78) Tiel de Andrade/Franco Pasquale (Tubarão) – a 2 voltas
3º – (32) Mauro Kern/Paulo Souza (Tubarão) – a 5 voltas
4º – (76) Fernando Ohashi/Emílio Padron/Pedro Serrano (Protótipo IR) – a 5 voltas
5º – (15) Duda Pamplona/Leandro de Almeida/Guilherme Spinelli (Mitsubishi Lancer) – a 7 voltas
6º – (46) Robbi Peres/José Córdova/Marcos Ramos – a 9 voltas
7º – (64) Henry Visconde/Marcio Basso (BMW) – a 12 voltas
8º – (72) Carlos Antunes/Yuri Antunes/Joon Park (MRX) – a 19 voltas
9º – (73) Jorge Machado/Leandro Totti – a 21 voltas
10º – (31) Paulo Plutarcho/Davi Plutarcho – a 23 voltas
11º – (3) Cali Crestani/Claudio Ricci – a 24 voltas
12º – (2) Fernando Monis/Heitor Nogueira – 25 voltas
13º – (33) José Tinoco/Vander Penques/Marcelo Karam – a 26 voltas
14º – (41) João Lemos/Fábio Escorpioni/Maurinho (MRX) – 32 voltas
15º – (90) José Curado/Eric Darwich/Eduardo Rímoli (Mercedes) – a 33 voltas
16º – (7) Aldoir Sette/Marcelo Campagnolo/Carlos Brockweld (MRX) – a 34 voltas
17º – (0111) Gustavo Dal Bosco/Fabiano Kratina (Tornado) – a 45 voltas
18º – (111) Gustavo Dal Bosco/Fabiano Kratina (Golf) – a 45 voltas
19º – (71) Ian Ely/Daniel Claudino (MCR) – a 63 voltas
20º – (35) Jair Bana/Duda Bana – a 64 voltas
21º – (77) Edras Soares/Djalma Fogaça/Francis Piedade (Vectra) – a 90 voltas
22º – (25) Ney Faustini/Ney de Sá Faustini (Cobalt) – a 94 voltas
23º – (80) Alexandre Finardi/Nelson Silva Jr. (MRX) – a 94 voltas
24º – (5) Julio Martini/Marcelo Vianna (Tubarão) – a 107 voltas
25º – (47) Juarez Soares/Esdras Soares/Edras Soares (Spyder) – a 135 voltas
26º – (913) Sílvio Zambello/Carlos Estites – 142 voltas

Fotos:
Ricardo Varoli

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *