Acidentes, chuva, sol e carros milionários: de tudo um pouco em Interlagos

Oktane Track Day

A reforma do Autódromo não impediu fãs e pilotos de irem no final de semana de 25 e 26 de agosto para conferir mais um festival da velocidade. Quem foi pode ver muito automobilismo com a Classic Cup, F-1600, Marcas e Pilotos Paulista, Track Day e o clássico Rally de Regularidade do Jan Balder.

O sábado foi marcado por uma chuva persistente que, em alguns momentos, era uma tempestade, em outros, uma garoa chata. Isso não desanimou os presentes que estavam reunidos no box improvisado, na antiga saída do Laranjinha.

A largada da Classic Cup foi limpa, mesmo debaixo de chuva. Porém, logo depois um imenso acidente envolveu vários carros na reta oposta. Não se sabe ao certo como o “big one” da Classic começou, mas o fato é que envolveu cinco carros. O mais atingido foi Rogério Trajano no Passat #44, que recebeu na porta do passageiro o Fusca #27 de Mauricio Lima. Vindo atrás, Carlos Burza de Karmann-Ghia #81 capotou depois de colidir na traseira de Lima e foi arrastando de cabeça para baixo em momento aterrorizante. Também não escaparam Thiago Perez no Fusca #777 e Silvio Belluci no Voyage #87. Burza e Trajano saíram da pista de ambulância, mas passam bem. Ponto para a segurança dos clássicos.

A corrida foi interrompida para atendimento dos pilotos e remoção dos carros que ficaram destruídos. Na relargada, Antonio Chambel no Passat #57 perdeu a liderança para os Pumas de Denisio Casarini #2 e Humberto Guerra Jr. #5. Chambel recuperou a ponta algumas voltas à frente para não perder mais. Porém, ficou uma disputa acirradíssima entre o carro de Casarini e o Porsche #25 de Mauro Kern.

O domingo amanheceu com o tempo exatamente oposto ao do sábado, um sol que só não foi de rachar porque estamos no inverno. Foi a vez dos carros do track day da Oktane darem as caras.

Algumas das joias que passaram pela pista foram, Ultima GTR, Ginetta G50, um festival de Porsches, Ferrari 458, uma belíssima Lamborghini Gallardo Supertrofeo Stradale, entre outros. Quem ficou com o melhor tempo foi o monstruoso Corvette ZR1 preparado ao extremo com 1:40.191. A Montana Força Livre de Ney Faustini também não fez feio em meio a tantos milhões de reais sobre rodas e marcou o quarto tempo com 1:42.645.

Os carros do track day fizeram uma pausa para a corrida do Marcas e Pilotos Paulista. Como sempre foi uma disputa forte, porta com porta, mostrando mais uma vez como essa categoria é divertida de se ver.

O grande destaque do final de semana também rodou no domingo, mas sem marcar tempo, a Porsche 908/2 pilotada nos 500 Quilômetros de Interlagos de 1971 por ninguém menos do que Luiz Pereira Bueno! Foi incrível ver o carro na pista, trazendo um pouco dos anos dourados do automobilismo brasileiro de volta.

Fotos:
Ricardo Varoli

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *