Fim de semana de velocidade em Interlagos

Track Day Interlagos Janeiro 2015

Interlagos estava mais vazio do que o de costume, mas quem foi pode ver grandes disputas e se divertir bastante, como sempre. Foi também um adeus aos boxes atuais, que serão demolidos para construção dos novos, mais modernos e espaçosos.

O sábado foi de velocidade em Interlagos, ou quase. Estávamos ansiosos para ver a estreia dos motores Zetec Rocam na Formula Vee, mas tinham menos de dez carros no grid.

A Classic Cup e o Marcas e Pilotos estavam com os grids mais recheados, mas o autódromo estava estranhamente vazio neste último fim de semana. Tanto de público, quanto de carros.

No Força Livre, também havia menos de dez bólidos. Impressionante.

Mas o espetáculo não foi totalmente abalado. Os carros que estiveram na pista fizeram valer os mais de 50km rodados para chegar na zona sul de São Paulo.

Na Classic Cup, o belíssimo Willys Interlagos de Denísio Casarini – com um motor AP – sobrou na categoria e levou o primeiro lugar na geral. O Flávio Gomes aposentou o “Meianov” depois de seis anos de pista. O velho comunista já não aguentava mais acompanhar os carros com mecânica mais moderna, sentiremos falta.

Disputa boa mesmo ficou com o Marcas e Pilotos.

Campeonato Paulista Janeiro 2015

Wanderson Freitas no Corsa #27, Pedro Pimenta #51, também de Corsa e Wilton Pena no Gol #53 travaram uma bela disputa pelo caneco. Pena balançava de um lado para o outro e chegou a empurrar Pimenta na subida do Laranjinha, literalmente. Freitas aguentou a pressão durante toda a prova e liderou de ponta a ponta, cruzando a linha de chegada ainda perseguido por Pimenta e logo depois Pena.

No domingo a pista ficou lotada com nada menos do que 80 carros para o Track Day. O destaque ficou com o monstruoso Maverick #64 de Marcos Philipi que marcou o melhor tempo do dia com 1:45,203. O set estava bem variado, tinha até um Smart cruzando a pista com suas proporções diminutas.

Track Day Interlagos Janeiro 2015

Apesar do Sol fustigante, Interlagos estava majestoso como sempre, coroado de nuvens em seu último dia antes da reforma dos boxes. Antes de sair, foi hora de dar adeus à torre que, de suas alturas, viu tantas corridas maravilhosas. Que venham os novos boxes.

Texto: Nelson Paliasrussi e Ricardo Varoli
Fotos: Ricardo Varoli

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *