Indy – Coletiva Brasileiros

GHBRV Indy13 Coletiva

[…] E terminou agora há pouco a entrevista coletiva dos pilotos brasileiros na Fórmula Indy. Bia Figueiredo, Helio Castroneves e Tony Kanaan disseram que esperam por bons resultados na prova de amanhã.

Kanaan, que vai largar na quarta posição, pretende descansar bem, além de tomar os medicamentos para suportar as dores na mão – “Hoje de manhã achei que ia sentir menos dor, acabei de voltar do centro médico. Me deram uma injeção milagrosa. Espero tomar mais uma amanhã para aguentar a corrida, e claro tentar descansar o máximo possível. Vamos lá.” De acordo com Tony, os médicos pediram para ele dormir com a mão para o alto, na tentativa de não agravar a situação.

IMG_0406

Sobre os moldes para o volante e para as mãos, ele foi enfático: “O molde da mão doía mais com ele, do que sem ele… quase o joguei no Rio Tietê”.

Entre algumas piadas e brincadeiras, os pilotos garantiram estar preparados para o desafio. Meteorologistas acreditam que possa chover em São Paulo na tarde de amanhã. Tony, mais uma vez, disse que não acredita que cairá água durante a prova, mas que se a chuva vier, não deve mudar nada para eles. Até o momento, o tempo bom predominou as atividades, coisa rara se tratando da Indy na cidade.

Perguntado sobre o alargamento no “S” do Samba, Tony disse que as alterações surtiram um efeito positivo para a disputa – “O ‘S’ acho que melhorou! Referente a zebra, é mais baixa, tem menos acidente, mas está convidando a correr cada vez mais. Não sei se vão ter tantas ultrapassagens, mas deve diminuir os acidentes.”

IMG_0412

Helio Castroneves, da Penske, acredita que largar na 18ª posição não deve diminuir as chances na corrida. Ele lembra a prova do ano passado, e acredita que nada é impossível – “A nossa esperança continua, ano passado largamos em 20º e terminamos em 4º. É uma pena, a Penske se prepara para o inesperado, mas não esperaram que o James parasse na pista”.

Sobre seu companheiro de equipe, Helinho disse que não acredita em falta de motivação. Para ele, Will Power deve figurar entre os favoritos – “pelo fato do Will estar atrás não é motivo para não ter chance… Mas estando tão atrás, vamos fazer uma corrida de recuperação”. Ele garante que a corrida vai ser emocionante para o público.

Helinho ainda disse que o método de parada de tempo nos treinos poderia ser revisto. Com a parada de James Jake, a pista ficou fechada, mas o cronômetro continuou rodando, o que prejudicou muitos pilotos para a tentativa de uma volta rápida – “Isso pode ser revisto. Teria que conversar com os times e a organização. É uma opção!”.

Ele ainda disse que conversou com a equipe, mas não há muito o que fazer, porque o incidente não fugiu à regra.

IMG_0404

Entre piadas sobre silicone e físico, a bem-humorada Bia Figueiredo disse que deve partir para cima dos adversários logo no início da prova. Segundo Bia, essa foi sua melhor colocação de largada na temporada. Bia vai correr com um capacete especial. Em homenagem aos seus 20 anos de carreira.

IMG_0419

Fotos:
Nelson Paliarussi
Ricardo Varoli

One thought on “Indy – Coletiva Brasileiros

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *