Glórias do passado – parte 2 Maverick GT

Em 1973 começa a história deste mito V8, que mudou uma geração e até hoje tem muito respeito entre seus oponentes e admiradores. O Maverick foi lançado pela Ford em três versões: Luxo, Super Luxo e GT. As duas primeiras eram equipadas com motor seis cilindros.

Na época, a GM reinava entre os carros médios e era a segunda em vendas perdendo apenas para a Volks. Então, a Ford resolveu ganhar o posto da GM e depois de dois anos de testes trouxeram o Maverick, que já era produzido desde 1969 nos EUA.

Imponência

O ponto forte do Maverick GT frente aos Opalas, com os respeitados e excelentes 250-s de seis cilindros, era o motor. O 302 V8 de 5.0 l rendia ao “brutamontes” 199 cv, 0-100 Km/h em 11s, máxima de 180 km/h.

Ficha Técnica:

Motor:

  • Disposição em “V”, 90 graus com cilindrada 4.950cc;
  • Diâmetro x Curso: 101,6mm x 76,2mm;
  • Potência Máxima: 199cv a 4.600rpm;
  • Torque Máximo: 39,5mkgf a 2.400 rpm;
  • Taxa de Compressão: 7,8:1.

Alimentação:

  • Um carburador de corpo duplo tipo Weber 44.

Embreagem:

  • Monodisco a seco

Transmissão:

  • 3 marchas a frente (alavanca na coluna de direção);
  • 4 marchas a frente (alavanca no assoalho);
  • 3 marchas automáticas (alavanca na coluna).

Direção:

  • Mecânica, tipo setor e rosca sem fim com esferas recirculares.

Suspensão:

  • Dianteira independente com molas espirais;
  • Traseira semi-elíptica com eixo rígido.

Freios:

  • Dianteiro tambor e traseiro tambor ou Dianteiro disco e traseiro tambor, conforme ano de fabricação.

Pneus e Rodas:

  • 5,5″ e 6″, pneus 195 radial, 14, opcional F70/14 ou convencional 6,95/14

Dimensões:

  • Entre eixos: 2,62m (2 portas) e 2,79m (4 portas);
  • Largura: 1,79m;
  • Comprimento: 4,59m (2 portas) e 4,77m (4 portas);
  • Altura: 1,35m (2 portas) e 1,37m (4 portas).

Peso:

  • 1.400kg (conforme fabricante).

Os pontos fracos do GT era o pouco conforto oferecido aos passageiros do banco de trás e a direção hidráulica que era muito sensível, sendo assim, o motorista sentia o carro “flutuar” nas curvas. Mas, o ponto mais agravante era o início de sua fabricação, meio da década de 70, crise petroleira… Motores de 6 e 8 cilindros não eram os mais econômicos e os 4 cilindros demoraram a ser fabricados, então o carro ficou com fama de patinho feio, tal a sua modesta economia de combustível.

Para saber mais clique aqui.

Fontes das fotos:
http://www.rogercarv8.com.br/images/ck001.jpg
http://2.bp.blogspot.com/-wvdhzWhq_0E/TcIFZxD0UyI/AAAAAAAAADs/qxzccmS-EP4/s1600/carro-antigo-ford-maverick-classico.jpg

One thought on “Glórias do passado – parte 2 Maverick GT

  1. Pingback: Classic Cup | GearHeadBanger

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *